Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Vagos está na China...

Vinte e quatro horas depois de ter deixado Aveiro, a equipa de basquetebol do Vagos já se encontra em Chengdu – 1.800 quilómetros a sudoeste da capital Pequim -, na província de Sichuan (China), onde sábado e domingo realiza encontros amigáveis frente ao Beijing Aoshen, cujas receitas revertem a favor das vítimas do terramoto que há dois anos afectou aquela região.

«Estamos muito entusiasmados por incluirmos o nome de Portugal em algo tão nobre e solidário como esta causa», comentou o treinador Renato Soares.

A simpatia chinesa sentiu-se logo nos contactos iniciais. «Fomos muito bem recebidos. De imediato seguimos para o nosso alojamento, o Babao Hotel. Aí, cumprimos a primeira refeição neste território, por acaso muito agradável, apesar das diferenças e hábitos», conta o director Artur Rosa, num diário desta viagem.

O segundo dia desta digressão tem como ponto de partida o “Panda Base”, uma das principais reservas naturais daqueles mamíferos em todo o Mundo, visitada, por exemplo, por Shaquille O´Neal, aquando da visita desta estrela da NBA, em Julho último.

fonte:www.abola.pt

 

Saudações Infernais


publicado por ultrasinfernais às 09:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

"Maestro" Reveles no 5 Ideal da LIGA...

João Reveles foi o melhor português
A ronda deste fim-de-semana ficou marcada pela tragédia na Madeira, razão pela qual foram apenas considerados 6 jogos, devido ao adiamento do encontro entre o CAB e o Benfica. Foi uma jornada em que os bases se evidenciaram, já que tanto o MVP Global, Brandon Dagans, como o jogador mais valioso nacional, João Reveles, actuam nessa posição.


14ª JORNADA

MVP Global – Brandon Dagans, Casino Ginásio, 37 de valorização

Chegou a temer-se o pior quando se lesionou durante a partida do All Star realizada na Guarda. O norte-americano da equipa da Figueira da Foz recuperou em pleno, como bem demonstram os números alcançados no desafio frente à Académica de Coimbra. Os 35 pontos, 4 ressaltos, 4 assistências, 1 roubo de bola e 1 desarme de lançamento que contabilizou no regresso à competição, conduziram à vitória a equipa do Ginásio.

MVP Nacional – João Reveles, Vagos Norbain Lusavouga, 27 de valorização

A época de Reveles tem sido marcada pelas lesões, ressentindo-se o Vagos da ausência dentro de campo do seu principal base da equipa. Quando joga o rendimento da equipa é totalmente diferente, aumentando simultaneamente as hipótese de êxito do Vagos nos jogos que disputa. Na vitória frente ao Illiabum, João marcou 22 pontos, distribuiu 5 assistências, capturou 5 ressaltos e ainda roubou 5 bolas, números apreciáveis em todas as categorias estatísticas.

5 IDEAL

Posição 1: João Reveles, Vagos Norbain Lusavouga, 27 de valorização

É o MVP Nacional

Posição 2: Brandon Dagans, Casino Ginásio, 37 de valorização

É o MVP Global da ronda e pode perfeitamente ocupar esta posição

Posição 3:Rod Nealy, Vitória Sport Clube, 33 de valorização

Voltamos a colocar Nealy nesta posição embora conscientes que na maioria do tempo o norte-americano actua nas posições mais próximas do cesto. O que no entanto, não invalida o facto de se sentir mais confortável a jogar de frente para o cesto e tenha capacidades técnicas – excepção talvez ao tiro exterior – para actuar nas posições de extremo. No triunfo dos minhotos, Rod voltou a estar com a mão quente e contribuiu com 22 pontos, 9 ressaltos, 3 roubos de boal e 2 assistências.

Posição 4: Greg Stempin, FC Porto Ferpinta, 35.5 de valorização

Autor de um duplo-duplo - 22 pontos e 11 ressaltos - Greg foi importante no regresso aos triunfos dos portistas, onde ainda obteve 2 assistências, 1 roubo de bola e 2 desarmes de lançamento. Num momento da época complicada, Stempin deu um passo em frente, assumindo-se como um dos mais decisivos numa partida de extrema importância como foi o jogo frente à Ovarense, redimindo-se do erro cometido no final do encontro da 1ª volta do campeonato.

Posição 5: Tommie Eddie, Vitória Sport Clube, 34.5 de valorização

Por vezes fica um pouco na sombra do seu companheiro de equipa Rod Nealy. Sem a mesma espectacularidade, é certo, do seu compatriota, Tommie executa de forma exemplar o seu papel dentro esquema táctico montado pelo técnico Fernando Sá. A eficiência é talvez um dos seus maiores atributos, como ficou bem patente na exibição frente ao Sampaense Basket. Registou 18 pontos, 14 ressaltos, 6 assistências, 1 roubo de bola e 1 desarme de lançamento.

5 IDEAL NACIONAL

Posição 1: João Reveles, Vagos Norbain Lusavouga, 27 de valorização

Foi o atleta português que mais se notabilizou na jornada

Posição 2: Fernando Sousa, Académica de Coimbra, 23.5 de valorização

Levou algum tempo a readquirir a forma que o notabilizou na passada temporada, falta apenas que agora outros companheiros de equipa sigam o mesmo exemplo. Uma vez mais, a boa prestação de Fernando, autor de 19 pontos, 7 ressaltos, 5 assistências e 2 roubos de bola, não foi suficiente para evitar o desaire caseiro diante do Casino Ginásio

Posição 3: Carlos Andrade, FC Porto Ferpinta, 20 de valorização

Muito se ressentiu o FC Porto do afastamento de Andrade da competição por um período de duas semanas, mais ainda pelos patamares exibicionais que tinha atingido antes da lesão que o apoquentou. Regressou e a bom nível. Os 14 pontos, 7 ressaltos, 3 roubos de bola e 1 assistência que conseguiu frente à Ovarense indicam que não perdeu todos os índices físicos que tanto elogiou na final da Taça Hugo dos Santos.

Posição 4: Nuno Marçal, FC Porto Ferpinta, 20.5 de valorização

Claramente uma adaptação a esta posição, embora não seja uma posição que desconheça por completo, já que no passado recente desempenhou este lugar beneficiando de atributos pouco comuns para jogadores que actuam nesta posição. O capitão dos dragões deu o exemplo, e registou 19 pontos, 4 ressaltos, 2 roubos de bola e 1 assistência , no triunfo dos azuis e brancos perante os vareiros.

Posição 5: Marco Gonçalves, Casino Ginásio, 10 de valorização

Numa posição onde as debilidades do jogador português são mais gritantes, pelos motivos óbvios, Marco continua a ser aquele que mais se evidencia de entre os jogadores altos portugueses. Sem ter feito uma exibição notável, o poste nacional voltou a demonstrar consistência, apontando 10 pontos, efectuando 3 roubos de bola e capturando 2 ressaltos, números que deixarão feliz o treinador Sérgio Salvador pela aposta que fez no atleta. 
 
fonte:www.fpb.pt

 

JOAO REVELES

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saudações Infernais


publicado por ultrasinfernais às 09:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Nos Derbys, são 5-0 para o ADV...

 

 

Illiabum            54

 

VAGOS              70

 

No sábado pelas 16horas, realizou-se mais um derby entre o Vagos e o Illiabum. Mais um jogo realizado, mais uma vitória para o Mágico Vagos.

Os grandes ultras Infernais foram a ilhavo para apoiar o nosso Mágico Vagos e claro deram festival, o que já tem sido normal nestes confrontos com os Yellow Gays, estes que se dizem ultras. A levarem com 21 pontos em cima, cantavam OLÈ OLÈ, e abriam confetis, deviam ter era vergonha. Deixo aqui o Significado de ULTRA "SER ULTRA É TER ORGULHO, PAIXÃO, É DEFENDER A HONRA DO NOSSO GRANDE AMOR", neste caso o Nosso Mágico VAGOS.

Depois dos Olés, não paravam de insultar um elemento da claque, mas será que o vosso objectivo era insulta-lo ou apoiar o illiabum? Axo que voces foram ao pavilhão só para nos insultar. Mas nós podemos com isso e muito mais. Ao Contrário de vocês nós fomos lá para apoiar o nosso Mágico Vagos e claro tivémos mais uma recompensa, a 5ª Vitória, logo 5-0 para o ADV.

Por isso é que a vossa dita claque nem aparece no Silte Ultras Portugal, são demasiado FRACOS.

Será que alguma vez vão lá estar?  Talvez quando mudarem de nome outra vez, consigam mudar de mentalidade, pois essa é a parte mais importante.

 

Fomos a ilhavo com cerca de 15 elementos, mas chegaram para vos dar festival, até o povo de ilhavo fala mal de voces e vos critica, esse grande povo de ilhavo devia merecer mais respeito e ter uma claque digna e com espirito de apoiar o illiabum que bem

merece. 

 

 Para Voces Yellow Gays, deixo-vos aqui uma frase.

 

5-0 para o ADV... Para o Ano há mais Derbys...

 

EU SOU VAGUENSE COM MUITO ORGULHO COM MUITO AMOOOOOOOR...

 

Saudações Infernais

 

 


publicado por ultrasinfernais às 09:50
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Colectivo de Nuno Ferreira mais forte...

AD Vagos não desarma em Angra
Nestas coisas do desporto a lógica por vezes não funciona. Depois de nos dois anteriores confrontos, ambos em Vagos, primeiro no jogo da 1ª volta (61-66), em Dezembro e depois nas meias-finais da Taça Federação Costa Verde (64-78), em Janeiro, a vitória ter caído para o Boa Viagem, não seria muito provável que em Angra do Heroísmo, a equipa de Marcos Couto soçobrasse e por margem que não deixa quaisquer dúvidas da superioridade vaguense.


Com efeito os 21 pontos de diferença a favor da AD Vagos, registados no final da partida de ontem (63-84), referente à 17ª jornada da Liga Feminina, demonstram à saciedade que a lógica é uma batata. Mas não foi pelas prestações das estrangeiras que o Boa Viagem perdeu o jogo. A dupla norte-americana Shannon Howell e Chevon Keith foi responsável por 52 pontos (83%) dos 63 da equipa, enquanto que do lado do Vagos as brasileiras Clarissa Santos e Izabela Moraes contribuíram curiosamente com os mesmos 52 pontos (62%) dos 84 obtidos pelas vaguenses. A questão é que o desequilíbrio aconteceu por culpa das portuguesas do conjunto de Nuno Ferreira, bem mais interventivas e produtivas que as do emblema angrense. Senão vejamos: as restantes jogadoras utilizadas pelo Boa Viagem marcaram apenas 11 pontos, contra os 32 obtidos por Mariana Alves, Joana Lopes e companhia.

Sem poder utilizar a poste Ana Sousa, a contas com uma tendinite nodular no tendão de Aquiles, uma lesão incapacitante, foi na luta das tabelas (26-44 ressaltos) que as açorianas começaram a perder o jogo. No 1º quarto ainda houve equilíbrio (20-20), mas no 2º período (14-23) a vantagem já foi das forasteiras que atingiram o intervalo com 9 pontos à maior (34-43).

Mas foi no reatamento que a partida ficou sentenciada, após um parcial de 0-14 consentido pela turma anfitriã. Permeabilidade defensiva esteve na origem de tal descalabro. Mas as comandadas de Marcos Couto não baixaram os braços e fazendo das tripas coração, reagiram de tal modo que no final do 3º quarto o prejuízo baixara para 13 (46-59).
Sem força anímica para mais, as anfitriãs acabaram por claudicar também no último período (17-25).

Nas vencedoras, destaque para a MVP do encontro, Clarissa Santos (26 pontos, 68% nos duplos e 13 ressaltos sendo 8 ofensivos), seguida pela atiradora Izabela Moraes (26 pontos e 6/12 nos triplos). Mas igualmente decisiva foi a prestação da base Mariana Alves (16 pontos, 10 ressaltos, 11 assistências e 2 roubos), autora de um triplo-duplo (não é vulgar numa jogadora com a sua estatura), com Joana Lopes e Inês Faustino, ambas com 7 pontos, a contribuírem também para o bolo.

Na equipa da casa, referência apenas para as norte-americanas Shannon Howell (32 pontos e 4 triplos) e Chevon Keith (20 pontos e 1 triplo).

Em termos globais, a supremacia do colectivo de Nuno Ferreira ficou bem vincada através da forte eficácia nos duplos (64%) contra uns regulares 38% das suas opositoras, já que no tiro exterior as coisas estiveram bem mais equilibradas (6 triplos e 27% para o BoaViagem versus 7 triplos e 25% para a AD Vagos). Equilíbrio houve também nos turnovers (15-16).

Resultados da 17ª jornada:

Boa Viagem 63-84 AD Vagos
GDESSA 57-65 Olivais
Os jogos Algés-União da Madeira e Quinta dos Lombos-CAB Madeira foram adiados para datas a acordar entre os intervenientes, na sequência do temporal que afectou a Madeira no fim-de-semana, impedindo a viagem das equipas funchalenses ao continente.

Olivais lidera com 24 pontos, a par da AD Vagos, ambos com 11 vitórias e duas derrotas, mas com vantagem olivanense no confronto directo. CAB Madeira é terceiro com 22 (9 vitórias e 4 derrotas), à frente do GDESSA e Boa Viagem, ambos com 21 (7 vitórias e 7 derrotas). Na 6 ª posição está o Algés, com 19 (7 vitórias e 5 derrotas), mas menos 2 jogos, a par do Basquete Barcelos, com os mesmos 19 pontos (5 vitórias e 9 derrotas). União da Madeira (14) e Quinta dos Lombos (13) fecham a classificação.

fonte:www.fpb.pt

 

Saudações Infernais


publicado por ultrasinfernais às 08:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

INVASÃO A ILHAVO...

Sábado dia 20/02/2010 pelas 16 horas, todos rumo a Ilhavo, para apoiar o nosso Mágico Vagos...

O Derby de Sempre... O Verdadeiro Ultra nunca perde este Derby...

Saida de Vagos pelas 14:30h do Cafeteria Bar...

 

TODOS RUMO Á VITÓRIA NO DERBY...

 

Saudações Infernais...


publicado por ultrasinfernais às 16:02
link do post | comentar | favorito

.Musica dos Ultras Infernais


Allez Vagos allez nós somos a tua voz.wav -

.Infernais

Counter Stats

MySpace Comments

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. AD Vagos campeão nacional...

. Jogo de Vida ou Morte...

. John Smith eleito MVP da ...

. Ultras Infernais em entre...

. Vagos carimba presença no...

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.pesquisar

 
SAPO Blogs

.subscrever feeds